domingo, 4 de dezembro de 2016

Foto memória: O empresário Francisco Matias Rolim recepciona o governador do Maranhão, José Sarney.

     O empresário Francisco Matias Rolim recepciona, na sua indústria, na cidade de Pedreiras - Ma, então governador do Maranhão, José Sarney.
O governador examina 
a produção de colchões de molas.




sábado, 3 de dezembro de 2016

*Registro histórico destes três seminaristas posando na Furna da Onça no Serrote Cristo Rei?*

Da esquerda para a direita: IRAMILTON BRAGA, CELSO E JOSÉ FELIX
Certamente estes três  seminaristas do Seminário Nossa Senhora da Assunção, em Cajazeiras (PB), receberam permissão dos seus superiores para um passeio Morro do Cristo Rei, logo ao lado do seminário. Certamente o grupo era maior, mas este fizeram este registro histórico que hoje podemos apreciar. O local a lendária Furna da Onça que muito encheu a imaginação dos jovens cajazeirenses.
Dado curioso: nenhum dos três se ordenaram padres!
Vamos tentar identificá-los"

terça-feira, 29 de novembro de 2016

domingo, 20 de novembro de 2016

Foto memória: Raimundo Ferreira

     Raimundo Ferreira discursa sob a atenção do prefeito Francisco Matias Rolim e do governador Pedro Moreno Gondim 









Lançamento livro do professor Antonio José de Souza

     Na biblioteca municipal José Antonio de Albuquerque discursa no lançamento livro, CAJAZEIRAS, nas crônicas de um mestre escola, do professor Antonio José de Souza ao lado do prefeito Francisco Matias Rolim e Zé Ilton segurando o microfone.







domingo, 13 de novembro de 2016

Quem são? (Viajando na história dos cajazeirenses e cajazeirados!)

     José Antonio de Albuquerque é cumprimentao professor Antonio José de Souza lançamento do seu livro, CAJAZEIRAS, nas crônicas de um mestre escola, com aplausoso prefeito Francisco Matias Rolim







sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Foto memória: vereador Francisco Matias Rolim discursa

     O vereador Francisco Matias Rolim discursa sob a vista do presidente da câmara de vereadores de Cajazeiras e à direita o o comandante do destacamento policial.





domingo, 23 de outubro de 2016

Num comício da década de 70!

Dr. Epitácio Leite Rolim discursando ao lado de Chico Rolim e Dr. Iermiton Braga. Não foi identificada a primeira pessoa à esquerda!

 

domingo, 2 de outubro de 2016

Quem não se lembra dessa rua? (Rua Santo antonio nos anos 80)



Claudiomar Matias Rolim 
Aí morou muitos parentes meus, inclusive minha vó paterna!
E já chegando na Rua Dr. Coelho morava seu Zé Crispim pai de Sabino Barbudo. Quando era menino sempre olhava com curiosidade pois o Sabino era comunista, coisa do outro mundo nesta época, e de vez tinha que esconder da polícia, um idealista, um grande homem.


Carlos Cesar 
ESTIVE, COM FREQUÊNCIA, AÍ NA CASA DOS SAUDOSOS AMIGOS, CID E GEOVANE... ABRAÇOS.

Alisson Oliveira 
A rua que eu moro.
Nessa rua já morou/moram algumas figuras ilustres de nossa cidade como: Ivone Guimarães, Seu Pedro (pai de Lindomar - "Nininho" da Locadora de vídeo Games), Professor Canuto, Dona Inês, Teresinha Moreira, Anchieta, Léa Silva, Professor Francinaldo Bandeira, Professor Fred, Chico Mago, Antônio da Bomba, Promotor de Justiça Bal,Dona Licô (mãe de Bal e Léa Silva), Miguel do Leite, Seu Zé Morais, João do Ford, Dedé da Mancha, Assis Roza, Seu Oscar, Zé Pezão, Professor Andrade, entre tantos outros, que não me recordo os nomes agora. Algum nome aí lhes é familiar?


Francisco Francinaldo Francinaldo 
MOREI NESSA RUA 5 ANOS


Majanio G. Ferreira 
O BAR DE ZÉ MORAIS!!!!!
Joao Bandeira
 lembro de tds,joao pires,d inez,joao arruda,barnabé.d eunice da escolinha,s conrado,s moacir da mercearia na foto era nesse predio a esqda amarelo c vermelho ai dps foi do tio joaquim bandeira,acho q o medico q vc fala era dr sabino tinha uma rural pai de zelia e dona ivone,tinha chagas do melao cm chamava-mos,seu emidio era mto amigo dele,seu chico das cocadas na rua s sebastiao,o cid e geovani hugo,henrique eram amigos de infancia,lembro mto de nininho de seu pedro,mha infancia foi na rua sto antonio,morei no numero 83,vizinho a escolinha semeao leal, dps passamos p essa casa vizinho a casa do meu tio joaquim esposo de maria bandeira,q considero cm mha tia tb,qm lembra dessa turma dos anos 80 ai n sabe o q era bom.fk meu abraço p tds q ai estao nessa terra q adoro tanto.sou filho de joao benvindo q era motorista de onibus e dona dorinha bandeira da rua sto antonio,era conhecido p dandão qdo menino.
acho q e segunda casa antes do poste,ainda e viva d inez deve esta c uma boa idade,pense numa pessoa educada,ela qdo fala acalma qlqr pessoa q estiver a sua frente,fina e educada pode ter igual a ela, mais q ela n tem.

Lana Ferreira 
Sai de Cajazeiras em 1960. Não lembro onde é essa rua. Ela é uma rua nova? Alguém pode me ajudar?
muito obrigada. Eu não conhecia porque durante todos os anos que eu vivi em Cajazeiras eu quase nunca ia para aquelesw lados. Agradeço a orientaÇÃO.

Joao Bandeira
 Lana essa rua e mais velha q nossas idades juntas,nasci em 1965,tda mha infancia foi nessa linda rua,e uma rua de entrada a cidade tb cm a do estadual a camilo de holanada,bote velha nisso,xau td de bom p vc. 

 Cicero Palitot
 Minha vó morava vizinha a mercearia de seu Moacir


Claudiomar Matias Rolim 
A rua Santo Antonio é uma das mais velhas de cz. Era a unica entrada da cidade de quem vinha do Ceará, chegava-se à Cajazeiras pela estrada do Bairro Remédio que na década de 60 era isolado da cidade. Quando chegava ao fim da rua depois do Remédio, dobrava-se à direita e passava no Posto Fiscal dos Viados, logo depois dobrava à esquerda para a Rua Santo Antonio e depois a Rua Dr. Coelho. De onde descia, passando em frente ao Círculo Operário chegava-se à Rua Padre José Tomás, ou seja, já no centro da cidade.

Marleide Quirino
 MEU PAI MORA AI PERTINHO ..EU CASEI NA IGREJA STO ANTONIO.


Jaira Souza 
Passei minha infância nesse trecho da cidade...Escola, igreja e pracinha. Saudades....

Gabriel Pereira vish mano o bar de oscar é velho kkkkkkkkkkkkkkkkk



Graça Rolim 
Morei nesta rua durante 18 meses (minha primeira morada depois de casada) adorei, tenho saudades...
Quando me casei com Izac, fui morar na casa dele, que era vizinha da D. Nenê e ficava em frente da casa de D. Inês, Sr. João Arruda ... fiz muitos amigos inclusive o Apolonio,..., fui muitas vezes a igreja... tenho boas recordações.

Marcos Barros 
Faz parte da minha vida, conheço tudo da rua santo antonio, MB


Claudia Pereira 
oi cajazeiras minha cidade q amooooooooo


Liduina Araujo de Oliveira me lembro do seu João Pires que tinha uma bodega, teve uns seis filhos homens e somente uma filha!


Duilio Dantas 
Passei muito por aí.
Essa rua foi morada de uma Misse Paraiba, tinhas muitas garotas bonitas. Acho que o grande consquitador sempre foi Claudiomar, e o Pedro Paulo que era seu escudeiro.........kkkkkkkkkkkk

Euridenes Moreira
 moro nessa rua a mais de30 anos!!!


Maria Do Socorro Pinto 
Não lembro!!! só me diga um Ponto de Referencia??????? para eu matar as Saudades!!!! ou tempinho Bom!!!!!!!
há 8 horas · Curtir

 
Duilio Dantas 
 Fica perto do Colégio Estadual.......


Ma G Lacerda Lacerda 
Estudei no Colegio Estadual,e gostava de passar nesta rua para visitar Dr Sabino barbudo, pai de Ivone Guimaraes,grandes saudades dessa rua.


Cleopatra Mareco de Brito 
nossa gente eu morrei 4 anos anos esta rua fui dona de uma das casas de Ivone .depois vendi a casa agora so me resta saudade
depois morei de aluguel vizinha a igreja 
minha casa era vizinha da vera Bandeira minha grande amiga

Marineyde Sobreira Moreira
lembro demais


Jaime Emanuel Araujo 
moro ali perto e já fiz algumas pesquisas. Uma das moradoras mais antigas era a Senhora Maria Louro e também o Sr. Manoel Figueiredo. Hoje, sua filha Inez Figueiredo, ainda mora na mesma casa. Eça me contou que quando chegaram em 1933 lá, só havia 12 casas. A capela Santo Antônio, de 1934, que deu nome à rua, é das primeiras construções, motivada pelo avanço protestante naquela área da cidade.
Outra pessoa bem idosa já me informou que o antigo nome/apelido da Rua Santo Antônio era "Rua do cachimbo eterno". Alguém sabe o motivo? O que significa cachimbo eterno?

Alírio Sérgio 
Meu Deus que saudades senti agora... Nasci e me criei na Rua São Sebastião, rua vizinha da rua Santo Antonio... Hoje moro na cidade de Augustinópolis - TO, mais sempre vou a minha terra querida Cajazeiras... 

Lucilandio Pereira 
A rua está bem modificada
 Lembro que Havia o Vilim campinho de futebol, onde joguei muita bola